Hoje vou passar uma receita de minha poetisa-doceira ou doceira-poetisa….. resolvi fazer reverencia a umas das mulheres que mais admiro – a goiana Cora Coralina. Mulher doce em seus versos mas que antes de tudo, fazia doces deliciosos em sua terra natal, com as frutas do seu quintal. Talentosa, apesar de ter publicado  um conto aos 14 anos, foi só aos 75 que se tornou uma escritora de sucesso.

Ela me inspira em muitas coisas: sempre é tempo para investirmos em algo que amamos, cultivamos e acreditamos; idade não limita aprendizado, nem incapacita investidas: podemos ser doces, sem deixar de ser fortes …. e ainda por cima, como ela, amo compotas…vocês sabem: doces de abobora, e figo verde …. hum! meus prediletos, assim como os dela 🙂

 

Ingredientes:

  • 3 kg de figos verdes
  • 2 kg açúcar
  • 3 folhas de figueira (opcional)
  • água – o quanto baste
  • açúcar refinado – o quanto baste para passar nos figos

 

Preparo:

  1. faça um corte raso em cruz, na superfície da cada figo
  2. passe-os para uma panela, cubra-os com água e conserve-os durante 2 hs, aproximadamente em fogo brando
  3. escorra-os, despeje-os numa bacia com água fria e deixe-os esfriar
  4. retire-os da água, passe-os para um tabuleiro e leve-os ao freezer
  5. depois que os figos congelarem, coloque cada um deles sobre a torneira
  6. na água corrente , vá esfregando-os delicadamente com a mão, ou com um paninho , até que a pele do figo se desprenda
  7. passe-os para um tacho e cubra-os com água, junte o açúcar e as folhas de figueira (opcional)
  8. leve ao fogo alto e cozinhe sem mexer, por 2 1/2 hs mais ou menos
  9. balance o tacho de vez em quando
  10. no momento de dar o ponto, baixe o fogo
  11. quando a calda engrossar, coloque os figos em uma peneira de taquara (lembra minha infância) ou plastico – nao pode ser usada peneira de metal … de maneira que fiquem em pé
  12. deixe-os no sol por 1 dia até ficarem secos por fora
  13. não reaproveite esta calda
  14. peneire o açúcar em peneira fina
  15. retire os figos do sol e passe-os neste açúcar

 

* pode ser servido logo, ou guardado.

 

 

Com a(s) Tag(s) →